Denúncia contra Aldo serve apenas para produzir efeitos políticos à favor de Tatyana em Porto Rico

novembro 03, 2020 0


Aliados da prefeita portoriquense que tentam produz efeitos políticos com processos contra adversário esquecem que investigado não é condenado!

Dois processos movidos pelo Ministério Público Federal, a pedidos dos aliados da prefeita de Porto Rico, Tatyana Mendes (PCdoB), contra seu maior adversário Aldene Nogueira Passinho, o Aldo Brow (PL), servem apenas com um objetivo: tentar produzir efeitos políticos no Município. O primeiro e mais visível é, sem dúvida, a tentativa de desgastar imagem daquele que pode ser o próximo prefeito portoriquense. 


Desde 2018, Tatyana Mendes vem demonstrando certa preocupação com o crescimento politico de Aldo na cidade. Tentando uma espécie de carta de seguro, seu grupo politico teria acionado o Ministério Público para que abrisse denúncias contra o adversário. A ideia, segundo alguns interlocutores consultados pelo blog, teria o objetivo de provocar efeitos políticos capaz de desgastar a imagem de Aldo junto ao eleitorado do município.


A estratégia, porém, fracassou e não impediu Aldo de virar um verdadeiro fenômeno na cidade. O candidato do 22 é o que mais recebe adesões espontâneas da população. Prova disso, por exemplo, são suas atividades de campanha com o maior volume de pessoas na ruas. 


Além disso, a médica Tatyana, cujo marido Nelson Sereno Neto é advogado – deveria saber que investigado não é condenado. Qualquer um pode investigado e inocentado. Agora tem muito prefeito e ex-prefeito sendo investigado e condenado por irregularidades de gestão. 


Acho bom a gestora portoriquense começar a se preocupar, pois assim que Aldo chegar à prefeitura em janeiro de 2021, a primeira coisa que irá fazer é uma auditoria nas contas municipais para identificar irregularidades. Caso sejam encontradas, chegará ao conhecimento dos órgãos de controle, para que possa formular a denúncia à justiça.

0 Comentarios "Denúncia contra Aldo serve apenas para produzir efeitos políticos à favor de Tatyana em Porto Rico"