Contratos de Osmar podem respingar em Neto Evangelista e levar PF para a Câmara

agosto 06, 2020 0


Chefe do Legislativo ludovicense pode ter contratado duas empresas alvos das Operações “Falsa Esperança” e “Cobiça Fatal”



Nos últimos 60 dias, a Polícia Federal deflagrou inúmeras operações visando combater o desvio de verbas públicas, entre elas, a “Falsa Esperança” e “Cobiça Fatal”. Em ambos os casos, suspeita-se que a fraude perpasse a casa dos R$2.500 milhões de reais.



No bojo da investigações, além dos gestores públicos, estavam sendo investigados as empresas JJ da Silva&Santos Ltda(Falsa Esperança) e a Global Tech Brasil Ltda ME(Cobiça Total). Ocorre que, ambas as empresas,  possuem contratos com a Câmara Municipal de São Luís, os quais somados chegam a quase R$ 200 mil reais.



No caso a J J da Silva& Santos Ltda, que ensejou a operação “Falsa Esperanca”, deflagrada na manhã desta quarta-feira (05), em seis municípios maranhenses, a empresa assinou contrato com o Poder Legislativo, na modalidade pregão presencial,  assinado no último dia 21 e com vigência até no dia 31 de dezembro de 2020. O valor do contrato é de R$ 76.900(setenta e seis mil e novecentos reais), e tem como objeto o fornecimento e instalação de ar condicionados.


Já a Globaltech Brasil Ltda ME, que tem como sócio Marilson Oliveira Raposa, um dos investigados na operação “Cobiça Total”, deflagrada em junho, foi contratada por pouco mais de R$ 105 mil para fornecimento de Noteboock. Por conta das investigações, nos próximos dias, não está descartada a possibilidade da PF amanhecer nas dependências do Parlamento Municipal.


Em ambos os casos, as operações tinham a finalidade de desarticular suposta associação criminosa voltada a fraude em licitações e desvio de recursos públicos federais, que seriam usados no enfrentamento do novo coronavírus pelas prefeituras de Bacabeira, Santa Rita e Miranda do Norte(Falsa Esperança) além de São Luís e São José de Ribamar(Cobiça Fatal).


SUSPEITAS

No parlamento Municipal, segundo informações obtidas junto pessoas ligadas à investigação, não se descarta a possibilidade das empresas contratadas estarem sendo usadas para desviar recursos que poderiam alimentar a campanha do pré candidato a prefeito de São Luis, deputado Neto Evangelista(DEM), que tem o apoio declarado do PDT do presidente Osmar Filho.

0 Comentarios " Contratos de Osmar podem respingar em Neto Evangelista e levar PF para a Câmara"