Arruma mala! Jingle que consagrou vitória do PDT em 2006 pode ser adaptado para marcar a queda da dinastia pedetista em São Luís

agosto 19, 2020 0


Quem não se lembra do jingle “12,12,12,12,12”, que marcou a campanha para o Governo do Maranhão, em 2006, quando o saudoso e histórico Jackson Lago (PDT) derrotou Roseana Sarney nas urnas naquele pleito? Na época, a propaganda musical, brilhantemente, criada pelos pedetistas era cantada em todos os lugares do Estado. Em um trecho da letra, o locutor pede “arruma mala, arruma mala”, sugerindo a derrota dos adversários nas urnas.


O tempo passou e, hoje, pelo andar da carruagem, essa mesma musiquinha que virou grude no ouvido das pessoas poderá ser usada para quem o criou, ou seja, o grupo que há mais de três décadas comanda o Palácio de La Ravardière, sede da Prefeitura de São Luís. Na corrida sucessória de 2020, o PDT anunciou apoio ao deputado Neto Evangelista (DEM), mas, não está nada fácil a consolidação do nome do candidato do DEMO.


A cada dia que passa, o índice de rejeição do pré-candidato fica mais evidente. Muitas manobras já foram feitas pelo seu principal padrinho político, o senador Weverton Rocha (PDT), que vem perdendo o sono só em pensar na possibilidade de ruir seu projeto de poder rumo ao Governo do Estado em 2022, entretanto, as adversidades não param de surgir.


Evidenciando total desespero, o senador fez malabarismo para conseguir o apoio do Partido Social Liberal (PSL), por onde o presidente Jair Bolsonaro foi eleito em 2018. Para alcançar esse objetivo, 'Maragato' usou a premissa que os fins justificam os meios e, mesmo sendo oposição a Bolsonaro que é de extrema direita, conseguiu atrair a sigla para o palanque do seu “Jabuti”. Para isso, contou com a ajuda do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), que con$eguiu milhões de argumentos para convencer o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar.


Ainda com vistas à manutenção do comando da prefeitura, o todo poderoso senador avançou em direção ao Movimento Democrático Brasileiro – MDB, partido ligado ao clã dos Sarney, que é adversário histórico do grupo pedetista. No entanto, ao que tudo indica, assim como a deputada do DEM e o agora ex-filiado pesselista Sebastião Uchôa, o partido sarneysista também rejeitará Neto, devendo optar pelo Podemos de Eduardo Braide ou até mesmo pelo postulante do Republicano, Duarte Júnior.


'Maragato' faz de tudo para tentar eleger seu segundo “Jabuti”, mas todos caminhos levam crê que ele e seu partido devem mesmo ‘arrumar a mala’ para deixar o poder. É aguardar!

0 Comentarios "Arruma mala! Jingle que consagrou vitória do PDT em 2006 pode ser adaptado para marcar a queda da dinastia pedetista em São Luís"