Chuva forte ocasiona destruição, alagamentos e danos material em pontos da capital

julho 13, 2020 0

Muitos alagamentos em  bairros da capital foram registrados no início da tarde desta segunda-feira (13), por conta de uma forte chuva, acompanhada com ventos fortes, que perdurou por cerca de quase 2 hs. O forte temporal  fez surgir uma ventania, que deixou um rastro com  muita destruição, alagamentos e danos material em pontos da capital. Uma antena de comunicação fora destruída, muros e postes arrancados. Um verdadeiro caos em tão pouco tempo.


Na região do São Cristóvão, Cidade Operária e Forquilha, a forte chuva ocasionou em destruição e demora no trânsito. No Retorno da Forquilha, perto da Igreja Universal, a ventania forte derrubou uma torre de comunicação.  . Muitos telhados das proximidades da Potiguar foram arrancados e lançados ao ar, com uma distância de aproximadamente quase 70 mts. Muitos postes foram jogados ao longo das avenidas. Na Av. Guajajaras muitos muros foram destruídos. No bairro do Anil, mais destruição.

Na região da Cidade Operária, por conta da mesma ventania forte, à qual se dirigiu para lá, lançou diversos telhados e  tampas de caixas d'àgua para o alto, em distâncias com alturas surpreendentes. Em Paço do Lumiar a destruição também foi muito semelhante. A forte ventania foi se dissipando no decorrer das horas, mas deixando um prejuízo incalculável.
Esperar, que a Defesa Civil e as autoridades competentes, possam ajudar os menos favorecidos. 


Lentidão e transtorno no trânsito 

A má visibilidade dos condutores de veículos foram um dos fatores que determinou a lentidão do transito desta região. As ruas "esburacadas" e os bueiros entupidos, dificultando o deságuo das águas da chuva foram outras principais causas, para que os alagamentos se formasse e causasse a lentidão nas vias.


Veja os vídeos:

Vento forte na Forquilha


Vento forte na Cidade Operária





0 Comentarios "Chuva forte ocasiona destruição, alagamentos e danos material em pontos da capital"