Cães farejadores, espertos e ágeis. Com o uso de um deles, a polícia apreendeu cinco quilos de drogas

julho 03, 2019 0

“Os cães farejadores da Senarc já participaram da apreensão de mais de meia tonelada de drogas”


Apreensão de entorpecentes 

Investimentos no sentido de propiciar uma polícia forte e preparada é o diferencial para o combate ás ações criminosas. Quando a técnica e a aquisição de equipamento de qualidades se unem, a eficiência nos resultados é logo percebida. No maranhão, o uso de cães farejadores nas ações das polícias vem dando uma resposta à altura. Tanto a Senarc como o Batalhão de Choque estão usando deste artifício para surpreender nas ações contra o crime. Na Senarc, o uso dos cães de detenção Viny e a Danna, já está se colhendo resultados surpreendentes.


Apreensão de 5 kg de drogas  na Isabel Cafeteira (julho de 2019)

Nesta segunda-feira (1), o cão de detenção da Senarc, o Vini, ajudou a identificar cerca de 05 quilos de drogas, encontrados em um terreno baldio, no Bairro da Isabel Cafeteira, em São Luís-MA. A equipe de policiais da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) já vinha realizando investigações no sentido de encontrar os entorpecentes. Mas graças a ajuda do Viny, a droga fora encontrada de forma rápida. Durante a operação, assim que os policiais apareceram, os criminosos que estavam nas proximidades, se evadiram para dentro de um matagal.


Cães policial em ação em busca de entorpecentes

O Superintendente da Senarc, o Delegado Breno Galdino, ratificou acerca da importância do uso do cão de detenção, e o alto grau nos resultados que a Senarc já obteve com bons resultado. “O Viny e da Danna são de importância ímpar, quando estamos realizando buscar para encontrar entorpecentes. O faro e a agilidade dos cães farejadores, que carinhosamente também, chamamos de K-9, são uma força à mais contra a criminalidade”, destacou o superintendente da Senarc.

Os cães de detenção já são uma constante nos dias de hoje, contra a criminalidade



Além do uso dos cães de detenção nas ações da Polícia Civil e Militar, são usados na revista em locais de muitas movimentações, em embarque e desembarque. O Viny com 02 anos de serviço pela Senarc, atua também por toda a Polícia Civil. A Danna está na Senarc há 06 meses. Com a ajuda do Viny, já foi possível realizar a apreensão de mais de meia tonelada de drogas e na apreensão de armas de fogo. O uso do Viny e da Danna nas operações, já foi possível realizar operações no interior do estado.


Os cães de detenção também são usados para o Curso de Qualificação Policial. Eles também ajudam na realização de palestras em escolas, demonstrando o risco dos adolescentes e jovens na prevenção ao uso e abuso de substâncias entorpecentes. Essas palestras acontecem em escolas públicas e privadas. Uma destas apresentações aconteceu para as cinco turmas do 9º ano da escola Upaon-Açu, localizada no Alto do Calhau em São Luís.





















Palestras em escolas

O público alvo foram os adolescentes entre 14 e 15 anos. O momento contou com a participação especial do K9 Viny, o primeiro cão de detenção a participar das ações realizadas pela Senarc. Durante a palestra foi revelado sobre a atuação dos cães de detenção junto a Senarc. As atividades incluíram ações anteriores com buscas pessoais e veiculares, realizadas pelos policiais da Senarc com o uso dos cães farejadores. Na oportunidade foi debatido na época, sobre os males com a utilização de drogas lícitas e ilícitas, com as alterações no organismo e a dependência química. As operações realizadas pela equipe da Senarc aconteceram em pontos estratégicos da capital. w

0 Comentarios "Cães farejadores, espertos e ágeis. Com o uso de um deles, a polícia apreendeu cinco quilos de drogas"