No Maranhão, Justiça condena caluniador e difamador à prisão, ou pagamento de 04 salários

junho 27, 2019 0



Foi-se o tempo, em que informar era apenas uma das qualidades do bom jornalismo. Hoje, os portões virtuais para chamar a atenção e ou demonstrar rancor, ciúmes e inveja, estão escancarados pelas redes sociais. Mas, quando a ilegalidade permeia essas atitudes, pode ter certeza, a justiça vêm nos rigores da lei. É o caso do jovem, conhecido por: Nardonio Teixeira Ribeiro, denunciado na Polícia Civil e na Justiça em 2017. A Justiça concedeu o ganho de causa, para a vítima, a ex-prefeita Carmem Neto.

Nardonio Teixeira não se contentando em apenas ir na busca da verdade, com provas, foi além! Ele disseminou denúncias caluniosas à gestão de Mata Roma, e da ex-prefeita Carmem Neto. Ele de forma tendenciosa, publicou em suas redes sociais as famosas “Fake News”, no intuito de atacar a honra e a moral das não somente da gestão, mas também de diversas pessoas.



A ex-prefeita Carmem Neto foi vítima de muita perseguição e calúnias. Mediante os ataques, ela procurou a e resolveu procurar a justiça e denunciou o autor por calúnia e difamação. Ela teria descoberto, que o autor, estava apenas sendo usado como “boi de piranha”. Por meio das investigações, ela visou chegar aos mandantes dos ataques.




A Justiça após ouvir as partes, condenou o acéfalo, à prisão de 01 ano e três meses de prisão, ou ao pagamento de uma multa de 4 salários mínimos. Após a sentença, ele mesmo teria postado com certo descontentamento e arrependimento a decisão da Justiça. Ele teria postado nas redes sociais “Vem Bomba ai...”


A condenação não somente se estendeu à ele, mas será estendida aos mandantes e ou demais envolvidos, os quais receberão a mesma sentença da Justiça. w

0 Comentarios "No Maranhão, Justiça condena caluniador e difamador à prisão, ou pagamento de 04 salários"