Elevado Toca do Tatu gera risco para os moradores da Raposa, Araçagy e Maioba

junho 23, 2019 0


Foto no início da obra - Com as obras concluídas, o perigo ainda persiste
Um ser estranho, construído de forma aleatória, esquisito e perigoso, impróprio de ser chamado de Elevado, vem causando acidentes na região.  A proeza fora construído para se ter acesso à região da Raposa, Maioba e ou Araçagy. Como algumas pessoas já o intitulam de “Toca do Tatú”, antes mesmo de ter sido inaugurado, já causou diversas mortes nas proximidades. A comunidade espera, que realmente algo possa ser feito no elevado, pois o acesso, realmente é perigoso. A sua entrada, retorno e saída gera risco de morte para os condutores.

A preocupação dos condutores que passam pelo Elevado e ou o Toca do Tatu é grande. Quem vem da área do Araçagy para ter acesso ao elevado, com destino a Pirâmide ou Raposa, fica com a impressão de, ao tentar adentrar no túnel, tem-se a nítida impressão, que um veículo pode sair na contramão à qualquer momento. Após se passar pelo túnel e tentar retornar para a região do Araçagy, a preocupação ao se parar, é se os veículos que vem atrás, poderão se chocar a qualquer momento. Para fazer o retorno, não há sinalização, por conta do pequeno espaço, entre se sair do elevado e retornar à esquerda. O signatário deste, sempre tem a mesma sensação de dúvidas, quando percorre o trajeto desse elevado. Neste final de semana, ao passar pelo local, sentir a mesma impressão de antes, a de insegurança ao passar pelo elevado.


A preocupação é notória pelos condutores que trafegam pelo local. O condutor que vem da direção da Pirâmide / Raposa, sente a dúvida, de passar pelo entorno do elevado. Por conta de uma passagem do lado esquerdo, dos que saem do elevado e pretendem retornar para a região da Maioba ou Araçagy. Este trecho é um dos causadores de acidentes no local. Agora some-se a isto, o percurso à noite, onde o risco triplica. Quando o assunto é em relação aos turistas, que não conhecem a localidade e ficam perdidos, sem saber  para onde ir, pior ainda! Quando há eventos próximos em uma dessas localidades, Raposa, Araçagy e ou Maioba, os acidentes automobilísticos são quase inevitáveis. Pois com a ingerência de bebidas alcoólicas, o descuido fica mais que aparente.

- O registro de mortes por conta de acidentes na região, são recorrentes. No dia 10 de agosto de 2018, um acidente ocorrido na manhã desta sexta-feira (10), na MA 204, na estrada do Araçagi, próximo ao elevado que dá acesso à Raposa, resultou na morte de uma condutor. A vítima seria um motociclista. Ele teria tentado frear na pista, mas acabou colidindo na traseira de um caminhão. Ele foi arremessado há alguns metros do local da batida. Após a queda, ele não teria resistido aos ferimentos.

- Outro acidente aconteceu na MA-202, no dia 24/09/2017, próximo ao viaduto da Raposa/Araçagy. O condutor do veículo teria entrado na contra mão, sendo que o outro veículo, para não se chocar, se desviou e acabou capotando. O condutor do veículo que capotou, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.


Acidente e morte na Estrada da Maioba / Araçagy

Quando a problemática gira em torno de vidas, não se pode deixar para posterior deliberação. Os acidentes na região, são mais que provas. A malha viária das avenidas, deve se ter a preocupação primária dos governantes, pois além de se trafegar, é a responsável para que cargas de mercadorias possam ser dirigidas, para os municípios. Resolver o problema é fácil, basta ter bom senso dos governantes.


Vítima de acidente entre a Maioba e o Araçagy

Na noite deste sábado (22), um funcionário do Sistema Penitenciário de Pedrinhas, teria se chocado com o seu veículo de marca Ford Ranger, com um ônibus. No acidente violento entre a Maioba e o Araçagy, a vítima identificada por Lucas Evangelista Rocha Viana ficou presa nas ferragens e veio a morte instantes depois. Moradores ainda tentaram prestar socorro à vítima, mais ele não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. w

0 Comentarios "Elevado Toca do Tatu gera risco para os moradores da Raposa, Araçagy e Maioba"